sábado, abril 15, 2006

Renascer, sem ti

Caço lágrimas
caço-as por dentro;
Mato desilusões
mato-as sem medo

E em cada verso
dou tudo de mim
esquecendo-me, por momentos,
tudo o que há em ti

Entrego-me, devagar,
a quem me queira amar
Entrego-me, assim,
para voltar a voar

E vagueando dentro de mim
procuro o que em tempos perdi
e escutando o som da minha voz
renasço para viver desta vez sem ti

15 à janela:

At 15/4/06 3:55 da tarde, Anonymous floreca disse:

Boa Páscoa também para ti :-)

Este teu poema está muito bonito!

Gosto de te ver no meu cantinho e venho aqui espreitar muitas vezes ;-)

 
At 15/4/06 4:19 da tarde, Blogger menina graça disse:

Importante é renascer, aliás importante á viver! :)
Boa Páscoa!

 
At 15/4/06 9:31 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Flor, eu também gosto de te ver por aqui :))
Beijinho!**

Menina Graça,
:) Boa Páscoa para ti também =)*

 
At 15/4/06 11:05 da tarde, Blogger DE PROPOSITO disse:

A poesia é um meio de exteriorizar o sentir.
Que a felicidade fique contigo.

 
At 15/4/06 11:11 da tarde, Anonymous Sorcha disse:

se se pode matar por amor, tambem se pode salvar por ódio....

boa pascoa. beijos*

 
At 16/4/06 9:10 da tarde, Blogger Silêncios disse:

É preciso renascer...mesmo que seja p'ra estar só...
Um beijo grande, Sara

 
At 16/4/06 11:10 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

DE PROPOSITO,
que a felicidade esteja com todos nós...

Sorcha,
salvar por ódio...??? hmmm

À flor da pele,
e nem todos têm a oportunidade de voltar a renascer...*

 
At 16/4/06 11:27 da tarde, Anonymous Sorcha disse:

sim.... salvar por ódio, renascer através disso. isto é, ha pessoas q pelo ódio a alguem acabam por esquecer tudo isso acabando por se salvarem. é apenas um exemplo, para q possas perceber melhor.

 
At 17/4/06 1:41 da manhã, Blogger r.e. disse:

continua a ser prazeroso aqui regressar. sempre. J

 
At 18/4/06 4:54 da tarde, Blogger Ana P. disse:

Deixei de me entregar a alguém.

Entrego-me apenas a mim....

Beijo

 
At 18/4/06 6:42 da tarde, Anonymous Pensamentos do João disse:

O renascimento,
das palavras... ;)
um beijo sara ;)
tem um bom inicio de semana ;)

 
At 18/4/06 10:56 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Ok, Sorcha :))

r.e. ,
e continua a ser tão bom ouvir isso...

Lalisca,
a entrega pode ser perfeita... e só é sentida se for na sua totalidade... O sofrimento, faz parte ;)*

João,
:)*

 
At 19/4/06 5:24 da tarde, Blogger Micas disse:

E que esse renascer seja de muita felicidade.
Beijinho

 
At 19/4/06 11:23 da tarde, Blogger an0kes disse:

tão triste =( ms claro q mt lindo..:P foi a minha anjinha q escreveu!:P

lalala:) ;P

besitos nena =}

 
At 24/4/06 2:57 da tarde, Blogger neith disse:

A alma dita e a mão segura a pena ao som da melopeia que nasce no coração...uma entrega plena...belíssimo este poema :) Um beijo enorme
P.S. mudei de endereço:
www.some-echoes.blogspot.com

 

Enviar um comentário

<< Voltar ao mundo