segunda-feira, fevereiro 27, 2006

Se...

Se arrancar o coração
Talvez não sofra mais
Talvez assim ressuscite
E possa voltar atrás

Se arrancar os olhos
Talvez não chore mais
Talvez possa sorrir
E deixar-te para trás

Se arrancar a alma
Talvez deixe de sofrer
E possa, de vez, morrer