quarta-feira, janeiro 25, 2006

Mentiras de amor

Engulo as palavras para não dizer aquilo que sinto. Tens medo de ouvir e eu tenho medo de te magoar. Olho para ti e, pelo teu olhar, vejo-me obrigada a mentir. Minto, para que possas ser feliz. Sem mim. Tens medo de saber que eu te amo. Que ainda te amo. Que te amarei. Sempre.
Sorris, como se um "eu não te amo" fosse bonito. És tão mau. Gostas de mim e mentes também. Não queres amar. Não percebo. Não queres amar e não mo deixas fazer, por ti. Quem ama são os loucos, dizes. Só os terrivelmente românticos, histéricos e melancólicos é que sabem amar, e são felizes.

Tens 39 anos. Amas e não sabes amar. Não queres sofrer.
Quem ama, sofre! E, um dia, acaba sempre por morrer desse amor. Eu não te amo, porque eu não quero ficar sem ti. – Dizes isto sempre que o nosso olhar se cruza e nós quase que acabamos envolvidos nos braços dum do outro. Sem mistérios. Com medo. Paramos aqui. Não, não gosto de ti. Só um bocadinho. E, assim, contigo, aprendi a mentir. Minto.
Minto para fingir que não te amo.

21 à janela:

At 25/1/06 9:33 da tarde, Blogger Neo disse:

Lindo, não sei mesmo o que mais dizer a não ser para continuares o bom trabalho. :)

 
At 26/1/06 9:47 da manhã, Blogger Atlantys disse:

Hummmmmmmmm
:muñeco_extramamente_desconfiado:

 
At 26/1/06 11:48 da manhã, Blogger folhasdemim disse:

amar nem sempre é fácil
beijos

 
At 26/1/06 9:51 da tarde, Blogger lique disse:

Bem escrito, o teu texto. E muito verosímil, caso seja real.
Beijinhos

 
At 27/1/06 11:47 da manhã, Anonymous Ofeliazinha disse:

A vida é complicadissima.

 
At 27/1/06 2:20 da tarde, Anonymous João disse:

Não mintas,sê tu própria...
Não caias nas garras da tentação,
do sofrimento,vive a vida não te questiones se não á razão,
atira te ao amor se não segue o teu destino ;)
tem um bom fim de semana amiga teatro ;)
um beijo ;)

 
At 27/1/06 4:43 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

At júnior (sim, tu, cara Atlantys) - ;D - tanto hmmm... Gosto disso. (dá para qualquer situação! lol ) **

folhasdemim,
não há maneira certa ou errada de amar. Aí é que está o problema, acho.

liquita :)***

Ofeliazinha,
complicada, complicada, não diria. É má, às vezes, sim!!

Ó João,
eu não minto, pá!! ;D*

 
At 28/1/06 5:28 da tarde, Blogger ricardo disse:

genial ponto verdadeiro ponto cruel ponto

é a vida, pronto

um beijo e um sorriso

 
At 28/1/06 6:53 da tarde, Blogger A.na disse:

Já todas passámos por isso...continuamos a passar e
só depois de realmente deixarmos de amar é que conseguimos entender,na distancia,quais eram os verdadeiros sentimentos do outro.
Espero que não te deixes sofrer muito mais...ainda tens tanto por viver,tantos amores por encontrar.
Não te deixes fazer sofrer.

Mil beijinhos minha querida

 
At 28/1/06 8:03 da tarde, Blogger Pêndulo disse:

E se tirasses 20 aninhos à idade do gajo ? Ele ainda vai preso eh eh eh

 
At 28/1/06 9:13 da tarde, Blogger Ovelha Negra disse:

é triste ter medo de amar. é triste pedir desculpa por fazê-lo. não o faças...nunca. ;)

 
At 29/1/06 1:44 da manhã, Blogger AmigaTeatro disse:

jinho a todos!

Que depois desta 'febre de sábado' está na hora de ir dormir, hehe ;D*

 
At 29/1/06 2:29 da manhã, Blogger amita disse:

Um belo texto navegando entre a verdade e a mentira de amor, onde quase tudo é possível. Obrigado pela visita. * :)

 
At 29/1/06 10:56 da manhã, Blogger lena disse:

o texto é muito bom, bem escrito e quem sabe se não fica entre a realidade e a mentira, às vezes acontece, espero que não sejas esse o teu caso, menina linda que mereces ser feliz

beijinhos doces para ti e bom domingo

lena

 
At 29/1/06 10:11 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Obrigada às duas! :)
Um beijinho, e tenham uma boa semana ;)**

 
At 1/2/06 3:16 da tarde, Blogger dinorah disse:

Continuo sem saber lá muito bem se os textos são realidade ou não, mas mesmo que não seja a tua, é certamente a de alguém e todos já passamos por situações assim. A mentira "de" ou "por" amor é sempre mais facilmente desculpável...
Nem todas as pessoas têm capacidade ou sequer querem viver um verdadeiro amor. Resta apenas desejar que encontres (e todos os que assim sentem) alguém de igual compreensão!!
Um beijinho

 
At 22/7/06 5:13 da tarde, Anonymous Portugalnet disse:

Junta-te à nova Portugalnet ... amizades, albuns de fotos, blogues, sites, viagens, messenger, chat

http://www.portugalnet.pt

 
At 22/11/06 1:25 da tarde, Anonymous Thaiana disse:

Minha nossa!!!
Fikei sabendo esse texto mostra a realidade de amor que acontecem de mentira!

Muito bom!!!
Com muito sucesso!!

bjus ;D*

 
At 17/3/07 5:40 da manhã, Anonymous Anónimo disse:

Cool blog, interesting information... Keep it UP film editing schools

 
At 15/1/08 8:23 da manhã, Anonymous Anónimo disse:

ilusao de um amor nao merecido de lagrimas derramadas lagrimas sangrentas medo de amar medo do amor medo do que se é real e fugir para ilusao muitos amores nao sabem viver o amor que realmente é puro e o perdem e se arrependem pelo resto de suas vidas pois nao podem voltar atras o tampo nao para, para que possamos corrigir nossos erros passados ele roda em uma só direçao

nao fuja para ilusao ela só desgraça com nossas vidas um sonselho a qual me inspirei por experiencias que tive

 
At 26/1/13 7:50 da tarde, Anonymous Anónimo disse:

After getting more than 10000 visitors/day to my website I thought your mundoajanela.blogspot.com website also need unstoppable flow of traffic...

Use this BRAND NEW software and get all the traffic for your website you will ever need ...

= = > > http://get-massive-autopilot-traffic.com

In testing phase it generated 867,981 visitors and $540,340.

Then another $86,299.13 in 90 days to be exact. That's $958.88 a
day!!

And all it took was 10 minutes to set up and run.

But how does it work??

You just configure the system, click the mouse button a few
times, activate the software, copy and paste a few links and
you're done!!

Click the link BELOW as you're about to witness a software that
could be a MAJOR turning point to your success.

= = > > http://get-massive-autopilot-traffic.com

 

Enviar um comentário

<< Voltar ao mundo