quinta-feira, julho 28, 2005

Novo amor

           Liberto-me destes sentimentos que, por tanto tempo, permaneceram em mim. Quero renascer. Preciso de renascer. E, este novo olhar, que redescobri, é perfeito. Sublime. É o olhar que deixei, em tempos, escapar. Ah, que olhar. Que sensação de liberdade cruel, que pensamentos libertinos, ah, que poder tem esse olhar: que me faz rir; que me faz, de novo, viver. Não posso, por isso, mais uma vez, te perder. Vou prender-me a esse olhar; vou habitar, toda a vida, em ti. Permite-me esta ousadia. Permites?

           És daqueles deuses raros, difíceis de encontrar. Que generosidade a tua em te mostrares, a mim. Só a mim. Que pureza, que ternura - a tua -, que espírito, que beleza... Ah, mas esse olhar... Que olhar! Que ser, tu, por quem foi tão fácil me apaixonar.

           Hoje, em tempo presente, não posso permitir mais nenhuma fuga. Vou juntar-me a ti. Vou agradecer a tua existência. Quero esquecer as lágrimas que derramei; quero esquecer aquela dor, tão forte, que me pareceu que seria eterna; quero deixar de pensar em tudo o que me fez sofrer. Quero viver! Quero, apenas, viver este novo amor... !

19 à janela:

At 28/7/05 10:58 da manhã, Blogger Adryka disse:

Vive sim amiga e que sejas feliz com ele, se acreditas vai em frente, pois chega a hora em que n/ terás de te arrender se n/ tiveres dado o passo. Beijinhos

 
At 28/7/05 11:54 da manhã, Anonymous paulobraz disse:

ola miginha como estar tu
bim aqui agoura para te dexer ola bisto que nao te beixo a muito tempo ca fica o meu abraxo grande como eu e u beijao pa ti a pa mama
continua com os teus trabalhos que estao muito fixes

 
At 28/7/05 4:01 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Adryka :*

Paulo,
não esperava pela tua visita... Obrigada.
Está tudo bem connosco... E por aí?! :)
Jinhos à família ;)

 
At 28/7/05 5:26 da tarde, Blogger paperl life disse:

Vive-o, Amiga, com muita alegria que a Vida é uma bola de sabão.

Bjs.

:) :) :)

 
At 28/7/05 11:08 da tarde, Blogger Yardbird disse:

Devemos a nós mesmos, a entrega plena ao amor. É o que nos dá a felicidade
Beijinho

 
At 29/7/05 11:52 da manhã, Blogger AmigaTeatro disse:

Madalena, eu até que "o" vivia, se ele, de facto, existisse..

lol

Isto é só "mais um" texto ;P


Bird :)*

 
At 29/7/05 2:24 da tarde, Anonymous Anónimo disse:

M'engana que eu gosto!!! Rárárárárá

 
At 30/7/05 12:33 da manhã, Blogger Pêndulo disse:

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 30/7/05 5:12 da tarde, Blogger Pêndulo disse:

Minha querida, não há deuses, apenas homens e mulheres carregados de imperfeições. Todavia está certa, é pelo amor que nos tornamos maiores, infinitos e omnipotentes. O Amor é, na verdade, a verdadeira comunhão com o divino.
Aproveitemos a sua brevidade sem medo e integralmente nele mergulhados. Se depois vem a dor igualmente infinita não importa. Há o hoje, o agora, e não o podemos perder.

*

 
At 30/7/05 10:44 da tarde, Blogger Luís Miguel disse:

Amor, sendo amor como tu o descreves, não conhece raias ou tempo. Ignora o amanhã, vive o momento. Entrega-te profundamente... Carpe diem! Sempre!
.
.
Beijinho..

 
At 31/7/05 10:21 da tarde, Blogger Estrela do mar disse:

...Sara...venho-te desejar um bom mês de Agosto, porque vou de férias e só volto em Setembro...

Beijinhos.

 
At 1/8/05 2:17 da manhã, Blogger chemistry disse:

Agarra-te a ele
e não o deixes escapar
Nunca mais
sê feliz, amiga

 
At 1/8/05 10:46 da manhã, Blogger Menina_marota disse:

Carpe diem...Sara...Vive... cada momento como se fosse o último!
Entrega-te a esse amor, sem reservas, porque o coração sabe... sonhar com um amor assim...

Um abraço terno e um sorriso do tamanho do Mundo ;)

 
At 1/8/05 5:52 da tarde, Blogger Daniel Aladiah disse:

Querida Sara
Um novo amor é sempre algo lindo, que nos faz sentir nas nuvens. Aproveita o vôo e não deixes de sonhar.
Um beijo
Daniel

 
At 1/8/05 8:24 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Um beijo, carinhoso, para todos :)


Mas isto é Só um texto :'(
Ninguém me ouve
buáaaaaaaaaaa

 
At 2/8/05 1:15 da tarde, Blogger Humor Negro disse:

Isto é um wishfull thinking?

 
At 2/8/05 3:38 da tarde, Anonymous Cris disse:

Às vezes a vida faz de nós seres privilegiados a quem é dada uma segunda oportunidade... para corrigir os erros do passado e ver se afinal não deitámos tudo a perder simplesmente porque era o momento errado para a pessoa certa... Não acontecem todos os dias por isso há que abrir-lhes o coração e deixar-nos ir em frente apesar do que se passou antes... Os grandes amores voltam, apesar do tempo... apesar da dor... quando realmente têm que ser vividos... Jinhos :)

 
At 2/8/05 4:44 da tarde, Anonymous sylpha disse:

Um amor descrito assim, dá vontade mesmo de o viver intensamente, em toda a sua plenitude. Beijinhos :)

 
At 3/8/05 11:32 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

E se eu disser apenas:

*aiai*

Chega?! ;P

 

Enviar um comentário

<< Voltar ao mundo