sexta-feira, janeiro 28, 2005

Rotina (PNP)

Acordou. Hoje sentia-se muito pequenina em comparação com os seus sentimentos. Fortes. Inapagáveis. Imortais.
Foi à janela, estava frio, deixou que os seus cabelos esvoaçassem à medida que o vento soprava. Pensou nele. Aquele rosto de jovem cavaleiro aparecia entre as nuvens. Esfregou os olhos mas ele continuava lá. Decidiu então permanecer de olhos fechados, recordando o seu mais belo olhar.
Apesar de tudo, os dias iam passando, já sem grande esforço. Começou a pensar nele sem dor. Apenas continuava com a eterna esperança de que um dia a sua vida seria um conto de fadas. Isso, ninguém lhe podia negar. Ele era o seu príncipe.
Continuava aquela menina que um dia fora. Um sorriso de criança; um olhar tão encantado como o do arco-íris. A esperança necessária para sobreviver àqueles sentimentos tão puros, mas que lhe faziam dar tanto de si.
Respirou fundo. Fechou a janela. Guardou as lembranças e os sonhos futuros. Deitou-se naquela cama onde os frutos eram sempre doces. Adormeceu, de expressões simples e de sorriso ingénuo.

16 à janela:

At 29/1/05 12:18 da manhã, Blogger Angel disse:

o tempo corre.. e nós vamos tentado apanhar...
* * *

 
At 29/1/05 12:40 da manhã, Blogger Å®t_Øf_£övë disse:

Gostei do que li.
Bom fds.
Bjs.

 
At 29/1/05 12:18 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

:)

Bom fim de semana,
fiquem bem :)**

 
At 29/1/05 6:42 da tarde, Blogger ricardo disse:

porque o sonho comanda a vida. terá o poeta razão? ;) eu acredito que sim. basta um sorriso todas as manhãs. beijo

 
At 29/1/05 7:17 da tarde, Anonymous Anónimo disse:

Gostei, em particular, pela suavidade do conteúdo e pelo facto da mesma me ter passado muita tranquilidade.

Beijinho :)

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

 
At 29/1/05 8:23 da tarde, Blogger isa xana disse:

gostei do texto. bonito, simples e bem escrito:)

 
At 29/1/05 11:29 da tarde, Blogger Micas disse:

Gostei imenso da leveza e tranquilidade que nos é transmitida. Leve e belo como um sorriso puro. Beijinho

 
At 30/1/05 9:55 da tarde, Blogger lique disse:

Texto doce, doce. Deixa-nos uma leveza... Beijinhos, Sara.

 
At 30/1/05 10:08 da tarde, Blogger M.C. disse:

O amor mais simples e mais ingenuo...Lindo! Leve! Quase mágico. De uma simplicidade terna. Um beijinho

 
At 30/1/05 11:19 da tarde, Blogger Vera Cymbron disse:

Gostei muito...já estava com saudades de te ler.
Jinhos

 
At 31/1/05 6:37 da manhã, Blogger AmigaTeatro disse:

=)

Tomem lá uma beijoca que uma nova semana está a começar ://

 
At 31/1/05 9:04 da tarde, Blogger PJND - "Patinho Feio" disse:

Gostei do teu blog!
quac-quac.blogspot.com

 
At 31/1/05 11:59 da tarde, Blogger Cris disse:

Que nos restem ao menos os sonhos para que possamos perder-nos entre eles e amenizar as agruras de uma vida que insiste em ser agridoce... Jinhos

Cris (www.palavrasaovento.blogs.sapo.pt)

 
At 1/2/05 10:13 da manhã, Blogger lena disse:

linda :)*

 
At 1/2/05 10:37 da manhã, Blogger ti disse:

A leveza das palavras encantaram-me!

 
At 1/2/05 4:37 da tarde, Blogger AmigaTeatro disse:

Patinho Feio e ti, agradeço :)

Cris e laurinha**

isto assim aos pares até qué giro :P

 

Enviar um comentário

<< Voltar ao mundo